• André Boaratti

Passo a passo para a produção de um Artigo Científico


Se você está prestes a produzir um artigo e não sabe por onde começar, fique atento a este texto, pois nele apresento um passo a passo simples, porém, completo, para você estruturar o seu artigo e começar a produzir desde já!



1- Diferença entre: estrutura do artigo e etapas de produção


No meu mestrado, aprendi com o meu orientador que há uma enorme diferença entre as etapas que compõem a produção de um artigo e o modo como o mesmo se estrutura. Abaixo, segue ambos para você ter uma boa noção do que estou falando:



Percebeu? Apesar do artigo se iniciar com o “Título”, na verdade, você nunca começa por ele. Na verdade, no âmbito das etapas de produção, ele está por último! Primeiro você produz, depois você dá o nome para essa produção, entendeu a lógica? Então vamos lá!



2- Primeiro passo da produção: INTRODUÇÃO


Você deve iniciar o seu artigo, expondo o TEMA e o PROBLEMA. Cuidado para não dar spoiler, ou seja, cuidado para não revelar os resultados. Na introdução, você também deve enunciar a trajetória que o artigo irá percorrer para tratar do tema e responder a questão problema. Não faça um debate teórico, pois para isso serve o desenvolvimento do trabalho.

*Dica importante: a partir da Introdução, sempre que for iniciar uma nova etapa do artigo, resgate a problemática e diga de que forma ela será trabalhada nessa parte do artigo. É importante o constante resgate da problemática para que o texto crie uma coerência interna, um sentido!



3- Segunda parte: DESENVOLVIMENTO


Essa é a parte dedicada para você desenvolver os seus argumentos de forma embasada teoricamente para você responder a problemática norteadora da pesquisa. Faça da seguinte maneira:


- enumere cada tópico;

- disponha os assuntos em sequência, mencionando, a cada final da parte do texto, o problema específico ou a dúvida que resta, e que conduz o artigo à próxima parte (como disse anteriormente)


Sugestão para as fases que compõem o desenvolvimento:


a) Aborde o problema do ponto de vista conceitual e histórico. Isto é, defina os conceitos inseridos na questão-problema, apresentando os autores que trabalham com eles, numa sequência que permita ao leitor ter uma dimensão estrutural e processual da rede conceitual do artigo;


b) Introduza o objeto empírico. Apresente-o, defina-o, localize-o no tempo e no espaço, especificando as condições nas quais ele se apresenta como lócus da análise que o artigo pretende fazer;


c) Apresente a metodologia que utilizou para efetuar a pesquisa. Explicite as técnicas, justifique a preferência por elas, narre como foi a prática da pesquisa, mencione dificuldades e surpresas eventuais, adéque-as à teoria utilizada e, por fim, enuncie os tipos de resultado que pôde alcançar (atenção, são os tipos, e não os próprios resultados);


d) Relate os resultados empíricos colhidos. Comente os detalhes, ilustre com gráficos e demonstrativos. Cuide aqui de evitar efetuar análises, deixando-as para o momento seguinte. Mantenha-se no estilo descritivo de redação;


e) Comente os resultados, retornando à questão problema e à abordagem teórica que baseia seus estudos;


f) Conclusão. Diante dos resultados colhidos, o que resta fazer? Quais as lacunas ficaram? Quais as possibilidades de pesquisa aparecem, depois do estudo? Enfim, quais as conclusões a pesquisa lhe permite tirar, neste momento?



4- Notas de rodapé


Você pode utilizar em dois tipos: as bibliográficas e as substantivas. A mais usual é esta última, deixando a bibliografia para ser consultada no final do artigo. Nota substantiva é aquela que explica ou comenta algo no texto, sem sua introdução ao próprio texto, com o propósito de não deixar truncar o texto.



5- Bibliografia


Inserir apenas as obras citadas no texto. Atenção para as regras da ABNT.



6- Anexos


Normalmente, os artigos não contêm anexos, e sim apenas as monografias e teses.



7- Resumo


Em corpo menor do que o do texto, em no máximo 10 linhas. Você vai falar basicamente do que se trata o artigo, o que levou a escolha do tema e de que forma ele será abordado.



8- Assinatura


Em corpo intermediário, entre o título e o texto. Puxar nota de rodapé contendo o mini-curriculum do autor (não enumerar; utilize preferencialmente um asterisco, para não confundir com as notas substantivas, inseridas ao longo do texto).



9- Título


Como disse no início, é a última etapa. O título deve ser colocado depois de todo o texto pronto, a fim de que estabeleça o conflito central do artigo, em linguagem chamativa e breve. Puxar nota de rodapé, com asterisco, mencionando a comunicação do trabalho em congresso, se for o caso.



10- Revisão


Artigo pronto, e agora? Faça uma boa revisão do mesmo, tanto ortográfica quanto em relação às normas da ABNT. Se precisar de ajuda nessa parte, conte comigo! Mande-me um e-mail! Terei o maio prazer em lhe auxiliar na conclusão do seu trabalho!


professorboaratti@gmail.com

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now